3 9 ,

DIAS PARA O CARNAVAL!

Marcelo Messina

Grupo de Acesso 2 abre festa de lançamento do CD 2019

Doze escolas que almejam uma vaga no Grupo de Acesso I realizaram as suas apresentações como forma de ensaio para o desfile oficial

03/12/2018 Redação Liga SP - Foto: Marcelo Messina

Primeira da Cidade Líder, Amizade Zona Leste, Torcida Jovem, Estrela do Terceiro Milênio, Unidos de Santa Bárbara, Tradição Albertinense, Uirapuru da Mooca, Imperador do Ipiranga, Camisa 12, Combinados do Sapopemba, Dom Bosco e Morro da Casa Verde foram as agremiação que abriram a Festa de Lançamento do CD Sambas de Enredo 2019 de São Paulo.

Apesar da chuva, o evento que contou com a participação das 34 agremiações filiadas a Liga SP, e mais de 13 mil componentes teve muita alegria e emoção, ingredientes que contagiaram há todos que que estiveram neste sábado, na Fábrica do Samba.

Integrando o evento pelo primeiro ano, o vice-presidente da Primeira da Cidade Líder, Rodrigo Minueto, declarou estar emocionado com o momento que escola está vivendo. “Pra gente é tudo novo e eletrizante, a ideia é que nossa escola venha redondinha e faça bonito no desfile oficial”, comemora.

Considerando um evento marcante para o Carnaval de São Paulo, o Presidente da escola de samba Amizade Zona Leste, diz que a empolgação da comunidade serviu para lembrar que o nosso trabalho funciona o ano todo. “Esse evento é ímpar para o Carnaval de São Paulo e a apresentação da nossa escola foi muito satisfatório, sentimos a emoção de um desfile oficial”, complementou.

O lançamento do CD e sempre uma satisfação para o sambista que vivencia esse trabalho o ano todo, essa é a afirmação do Diretor Geral de Carnaval da Torcida Jovem, Rogério Nascimento. “Esse evento marca a felicidade de uma comunidade, a vontade seria que o desfile fosse amanhã. A vontade em apresentar o nosso trabalho é tanta que precisamos conter a ansiedade”, afirmou.

Para o Carnavalesco Murilo Lobo, as escolas do Grupo de Acesso 2, tiveram a oportunidade de realizar um mini desfile e sentir o mesmo nervosismo da avenida. “Eu acho lindo poder juntar todas as escolas e de poder ver as co-irmãs. Esse evento nos faz pegar ritmo e consagra todos os nossos poetas do Carnaval”, conclui.

Deixando para, Anderson Paulino, a apresentação da Unidos de Santa Bárbara com um gostinho de quero mais, o Carnavalesco reafirmou que essa festa é ímpar para todos os sambistas. “A escola já está ensaiando desde agosto e estamos muito felizes com esse treino aqui na Fábrica do Samba. O nosso desfile, dia 04 de março, será de muita alegria e samba no pé”, festejou o profissional.

Com mais de 25 anos de história no Carnaval, Mestre Augusto, defende pelo segundo ano as cores da Tradição Albertinense e reitera a importância que o evento tem para o Grupo de Acesso 2. “É uma alegria para a nossa comunidade integrar essa festa, esse evento é um esquenta fundamental, principalmente, para as escolas que tem pouco recurso, e o caso da nossa agremiação”, comentou.

Aguerridos, a comunidade da Uirapuru da Mooca foi a sétima escola a realizar a sua apresentação na Fábrica do Samba. O diretor de harmonia, Marco Antônio Rodrigues de Sales, o Marcão, conhecido por sete vezes ostentar a faixa de Rei Momo do Carnaval de São Paulo definiu a apresentação da escola. “Esse consideramos um primeiro ensaio, um teste para toda a comunidade, apresentamos aqui um preliminar do que o público verá no dia oficial”, argumenta.

Defendendo as cores da Imperador do Ipiranga a pouco meses, o primeiro casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Lucas Rodrigues e Verônica Nascimento perceberam o brilho nos olhos de cada componente da sua escola. “A perspectiva de hoje foi muito bacana, aqui percebemos o quanto a escola está crescendo e deseja voltar ao seu lugar de origem. Nosso trabalho é pela agremiação e por cada coraçãozinho que bate com as cores da Imperador, estamos renascendo”, reiteraram.

Acreditando que os projetos devam ser concluídos sempre com planejamento, o Mestre de Bateria da Torcida Jovem Camisa 12, pretende ter como base o que foi feito neste sábado na Fábrica do Samba, para Lipe, o evento mostrou um pouquinho do ritmo que segue sendo implementado na escola. “Esse é um trabalho a longo prazo, fizemos aqui um pouquinho do que iremos mostrar no nosso desfile oficial, trouxemos cerca de 200 componentes que com toda garra defenderam as cores da nossa escola”, acrescentou.

Afirmando que a Combinados do Sapopemba passa por um ano de muitas mudanças e transformações, o diretor de harmonia, Diego Zulão, promete que esse Carnaval 2019 trará muita religião e afeto a todos que prestigiarem o desfile oficial, dia 04 de março. “Vamos homenagear as matriarcas do samba e isso já é uma grande honra. Faremos um Carnaval literalmente regado de muito amor, como foi o esquenta dessa tarde”, assegurou o diretor.

Ostentando o cargo de Mestre de Bateria da Dom Bosco de Itaquera há 26 anos, Amaral, afirmou que havia preparado uma surpresa para o lançamento do CD 2019, mas preferiu gerar mais expectativa e deixar essa novidade para o desfile oficial. “Essa festa me gerou a sensação de querer mais, é um ponta pé para o Carnaval, e o nosso desfile promete superar todas as expectativas, estamos preparando uma novidade muito bacana para a bateria”, confidenciou o diretor.

Responsável pelo carro de som da Morro da Casa Verde, o interprete Tuca Maia, compartilha da opinião de tantos outros profissionais que acreditam que esse é o evento mais importante que antecede o desfile oficial das escolas de samba. “Esse evento representa muito pra gente, o mundo do samba está aqui, e hoje o nosso Carnaval é uma vitrine, precisamos seguir implementado sempre o novo e fazendo sempre o melhor”, finalizou o interprete.

O CD Sambas de Enredo Carnaval SP 2019, com gravação ao vivo aconteceu entre os dias 28 de setembro e 08 de outubro de 2018, na Fábrica do Samba, com produção da Liga SP, co-produção, direção técnica e gravação de Rodrigo Pimentel, da RW Studios, e produção artística de Marcelo Casa Nossa.

O CD Sambas de Enredo Carnaval SP 2019, do Grupo de Acesso 2, com as composições dos sambas das 12 agremiações foi gravado em estúdio no mês de novembro e contou com o envolvimento dos mesmos profissionais.

O álbum duplo com os sambas dos grupos Especial e Acesso 1, e o CD do Acesso 2, serão comercializados em todas as lojas físicas, com preço sugerido de R$25 e R$10. Haverá também distribuição nos próximos dias nas plataformas digitais: Spotify, Rdio, iTunes e Google Play.