1 5 6

DIAS PARA O CARNAVAL!

Marcelo Messina/LigaSP

Grupo de Acesso 2 Carnaval SP 2018; assista aos desfiles

Liga SP realiza transmissão, ao vivo, dos desfiles das escolas que brigam por vaga no Grupo de Acesso

12/02/2018 Redação Liga SP - Foto: Marcelo Messina/LigaSP

Na noite desta segunda-feira (12), doze escolas de samba do Grupo de Acesso 2 desfilam no Sambódromo do Anhembi, a partir das 20h (horário de Brasília).  A grande festa de Carnaval de cada uma das doze escolas terá transmissão AO VIVO através do Facebook e Youtube da Liga SP. Acompanhe os destaques de cada dia de agremiação:

20h - UIRAPURU DA MOOCA

Enredo: “O suntuoso voo do Uirapuru pelos reinos das 3 deusas africanas”

O enredo apresentará o reino das águas regidas pela rainha Yemanjá; o reino do ouro, beleza e fertilidade regido por Oxum e o reino do fogo, dos raios e trovões regido por Iansã.

 

20H50 - DOM BOSCO

Enredo: “Bem-aventurados os homens e mulheres de boa vontade”

Em busca de um desfile que evolua bem do início ao final, a escola do Padre Rosalvino Moran Vinãyo, presidente, terá alegorias com volumetria, esculturas e efeitos de pintura variados.

21H40 - BRINCO DA MARQUESA

Enredo: “A marquesa e o ouro verde”

O café, bebida popular na maior parte do mundo, é o tema do enredo. Para contar sua história o desfile terá alas evidenciando que o café surgiu na Etiópia, África; que foi a Itália, o primeiro país europeu a consumidor café; que foi na Franca, que o café foi adocicado pela primeira vez; que foi na Inglaterra que surgiu a primeira cafeteria; e que Belém do Pará foi a porta de entrada do café em nosso país.

22H30 - COMBINADOS DE SAPOPEMBA

Enredo: “Mamonas, um show de felicidade”

Para contar a história do Mamonas Assassinas, grupo que surgiu nos anos 1990 e conquistou fãs pelo Brasil e em alguns países do mundo, numa curta trajetória, a escola propõe um desfile, cujas alas representem os hits do grupo.

23H20 - AMIZADE ZONA LESTE

Enredo: “A chave”

A chave, um dos objetos mais utilizados pela humanidade, desde o seu surgimento, na China, inspirou o enredo e terá um desfile cronológico em 12 alas com 6 delas coreografadas.

00H10 - ESTRELA DO TERCEIRO MILÊNIO

Enredo: “Na força da coruja, deixe a lenda te guiar”

A coruja é o símbolo da escola e é o tema do enredo. Pensando em destacar a história desse animal, o carnavalesco Murilo Lobo destaca que o desfile contará a história e as superstições associadas à coruja através dos tempos - da Antiguidade, passando pela mitologia grega, aos dias de hoje, entre simbolismos e muita magia.

01H00 - TORCIDA JOVEM

Enredo: "O Corsário Elegante: O Terror dos Sete Mares"

Historicamente, os corsários eram conhecidos por interferirem nas rotas marítimas tal como atuavam os piratas. Alinhada a essa definição, a escola propõe um enredo para destacar o papel do que denomina “Corsário Elegante”.

01H50 - UNIDOS DE SANTA BÁRBARA

Enredo: “Pernambuco você é nosso! O baile dos 200 anos da Revolução Pernambucana - A celebração do Leão Coroado - Alceu Valença”

Os 200 anos da Revolução Pernambucana originou o enredo que também terá representações de canções do compositor Alceu Valença - uma celebridade com uma postura forte tal como foi a de José de Barros Lima, o Leão Coroado que fez história como líder maçônico dessa revolução.

 02H40 - CAMISA 12

Enredo: “Camisa 12 exalta a luta e a consagração. São Jorge, o santo das 3 religiões”

Com velas, rosas e muita fé, a escola prepara o seu “altar” para homenagear na passarela do samba o santo guerreiro. O enredo aborda a trajetória de lutas e glórias de São Jorge, trazendo referências às suas origens, as perseguições que sofreu e acima de tudo, como a sua “história de vida” o levou a ser cultuado por diversos povos, sendo quase unanimidade em solo brasileiro.

03H30 - MOCIDADE UNIDA DA MOOCA

Enredo: “A Santíssima Trindade de Oyó”

O enredo busca propagar uma mensagem de tolerância entre os povos. O abre-alas representará um altar e os três santos católicos - São João Batista, São Jerônimo e São Pedro.

04H20 - MORRO DA CASA VERDE

Enredo: “A luta de um povo, a força de uma raça... Luiza Mahin, a luz de Daomé”

O enredo homenageia Luiza Mahin, ex-escrava de origem africana, radicada no Brasil, que lutou em favor dos escravos. “As fantasias e alas da escola simbolizam a resistência do samba.

 05H10 - TRADIÇÃO ALBERTINENSE

Enredo: “Das praças aos palcos, a trupe Albertinense apresenta: as mil e uma faces do artista brasileiro”

A história de uma trupe de artistas se encontra e viaja por várias praças brasileiras em busca de novos artistas. Esse é o enredo com pegada divertida que promete fazer a escola.