1 6 0

DIAS PARA O CARNAVAL!

Fernando Figueira/Liga SP

A emoção do Carnaval

“Só perde para emoção de ter um filho”, diz Mestre de Bateria da Barroca Zona Sul sobre Carnaval

27/12/2017 Redação Liga SP - Foto: Fernando Figueira/Liga SP

A hora de colocar os pés no Sambódromo do Anhembi e desfilar representando uma escola de samba costuma ser de muita alegria e emoção para os componentes. É uma noite mágica de Carnaval, a realização de um trabalho de cerca de um ano e o momento de cair no samba e se divertir.

Há cinco anos como mestre de bateria da Barroca Zona Sul, Carlos Eduardo, ou mais conhecido como Mestre Acerola de Angola, vive cada momento de desfile com muita intensidade. “É um sonho realizado. É uma coisa que sempre quis desde pequeno. Inclusive, eu larguei de algumas coisas para fazer e viver disso. Hoje, eu posso falar que vivo e respiro o Barroca 24 horas por dia”, contou à reportagem da Liga SP.

Atualmente, o Barroca Zona Sul desfila pelo Grupo de Acesso do Carnaval e Acerola não deixa falar que o sonho é estar no especial por um simples motivo: o objetivo é ser campeão do Carnaval de São Paulo. 

“O grupo especial não tem que ser um sonho, e sim uma realidade. O sonho que nós temos é de ser campeão do carnaval daqui uns dois, três ou quatro anos. Alcançar o grupo maior tem que ser uma realidade e nós vamos chegar com todas as forças”, ressaltou.

Desfilando desde garoto pela agremiação, o Mestre de Bateria diz que a emoção de representar a comunidade na avenida só perde para o nascimento de um filho. 

“Eu tenho uma filha de seis anos. Sempre falo para a minha esposa e minha mãe que [a emoção de desfilar] só perde para a emoção de ter um filho. Quem tem um filho sabe como é. Quem não tem e já desfilou, já sabe como é que é mais ou menos. Quando toca a sirene, tudo muda. O nosso mundo se realiza ali dentro”, finalizou.

O Mestre Acerola de Angola comandará a Bateria da Barroca Zona Sul no Carnaval Sp 2018. A escola de samba abre os desfiles do Grupo de Acesso, no dia 11 de fevereiro.

Assista ao vídeo da entrevista do Mestre Acerola de Angola: