7 5 ,

DIAS PARA O CARNAVAL!

Gravação do CD 2019

Mocidade e Leandro já tem sambas gravados

Trilha sonora da Mocidade Alegre e da Leandro de Itaquera foi gravado nesta quinta-feira

05/10/2018 Redação Liga SP - Foto: Gravação do CD 2019

Entrando em seu sétimo dia de gravações, o CD Sambas de Enredo 2019 ganhou nessa quinta-feira (04), mais duas faixas, as escolas Mocidade Alegre e Leandro de Itaquera, gravaram os seus sambas para o próximo desfile.

Detentora de dez títulos no Grupo Especial de São Paulo, sendo desses seis na gestão de Solange Bichara, a Mocidade Alegre abriu a noite de gravações. Com o enredo “Ayakamaé - As águas sagradas do sol e da lua”, que pretende desvendar uma lenda amazônica que conta a história do Rio Amazonas, a presidente fez questão de reiterar que esse momento é muito importante para o Carnaval da nossa cidade. “Eu acho de suma importância esse organizacional e essa produção que a Liga SP está fazendo, cada ano percebemos a evolução e o empenho de todos para um resultado melhor. Eu estou muito feliz, quando se faz algo para o Carnaval, nos sambistas ficamos envaidecidos. Parabéns a todos os envolvidos”, comemora Solange.

Com o enredo “Ubatuba. O reconto do caboclo sob a luz do luar”, a Leandro de Itaquera fechou a noite de gravações na Fábrica do Samba. Sob o comando do Mestre Pelé, que a seis anos defende as cores da agremiação, a Bateria Batucada do Leão afinou o tom. Assim como outros comandantes do quesito, Pelé demonstrou orgulho com a estrutura de gravação. “Esse formato de gravação é fantástico, mostra a força das baterias, a nossa raiz, enfim, a determinação de cada comunidade na sua essência. Gravar no estúdio é legal, mas o ao vivo, é muito pé no chão, pega bem as batidas, o calor dos ritmistas”, comenta.

Para a diretora de Carnaval da Mocidade Alegre, Erica Ferreira, esse molde de gravação só enobrece ainda mais o sambista. “Esse formato é a valorização da nossa comunidade, e uma integração tão linda. Aqui tem ritmista, ala das baianas, passista, chefe de ala, interprete, enfim, todos são enaltecidos”, afirma.

De forma contagiante e muita animação, a Mocidade Alegre e a Leandro de Itaquera computaram quinze sambas gravados, mas não se desespere, nesta sexta-feira tem mais agitação na Fábrica do Samba. As gravações começam a partir das 20h, com a Unidos de Vila Maria, e às 22h30 tem Camisa Verde e Branco. E o sabadão, também será de muito samba, às 11h, tem Acadêmicos do Tucuruvi, às 14h, Pérola Negra e às 17h, fechando as gravações do fim de semana, tem Águia de Ouro. Não perca, no YouTube e no Facebook da Liga SP você acompanhar tudo em tempo real, vai ficar de fora? Nem pensar, simbora se conectar!