2 5 3

DIAS PARA O CARNAVAL!

Marcelo Messina/LigaSP

Orações, terços e pé direito - As superstições do Carnaval

Figuras do Carnaval de São Paulo falam sobre fé e crenças que os ajudam na hora de cruzar a famosa faixa amarela do Sambódromo do Anhembi

30/01/2018 Redação Liga SP - Foto: Marcelo Messina/LigaSP
Fazer uma oração, usar terços, patuás e pisar com o pé direito na hora de entrar na passarela do samba são apenas algumas manias ou superstições de quem desfila no Carnaval de São Paulo. Na hora de cruzar a famosa faixa amarela vale tudo para realizar um bom desfile e brigar pelo título.
 
É o caso da presidente da Mocidade Alegre, Solange Cruz, que recebe muitos presentes da comunidade, inclusive os tradicionais terços que ela também faz questão de usar durante a apuração.
 
“Todo mundo tem que fazer aquilo que acredita. Eu tomo meus banhos, relaxo, tiro minha ziquizira, jogo minhas moedas para abrir meus caminhos, entro com meus terços, vou para Aparecida quatro, cinco vezes ao ano e faço o meu diferencial. Esse é o meu trabalho, com a minha fé, com a crença, a minha religião, naquilo que eu acredito”, declarou a presidente da Morada do Samba.
 
Também muito presenteado pela comunidade, o mestre de bateria da Rosas de Ouro Rafael Oliveira conta com o apoio da Rainha de Bateria, Ellen Rocche. “Entramos e saímos da avenida com o pé direito”, explicou.
 
O vice-presidente da Vai-Vai, Thobias, disse que pede em suas orações para que não ocorra acidentes, e conta com a ajuda de um pai de santo. “Eu conto com o axé do Pai Francisco".
 
 

Matérias Recomendadas