3 9 ,

DIAS PARA O CARNAVAL!

serginho mic br

Presidente da Liga SP integra mesa redonda no MicBR

Paulo Sergio Ferreira participou de debate que mostrou o potencial econômico e turístico que envolve o Carnaval de São Paulo

09/11/2018 Redação Liga SP - Foto: serginho mic br

Que o Carnaval vem sendo um dos produtos mais rentáveis do calendário turístico oficial de São Paulo já não é mais novidade, pelo terceiro ano o seu potencial se destaca e ele lidera as atividades culturais da cidade, e quando o assunto é economia criativa, os números são ainda mais expressivos.

Estudos recentes da Fundação Getúlio Vargas, destaca que a média de retorno nacional para cada R$ 1,00 investido nos segmentos da economia criativa, o retorno é de R$ 9,93, ou seja, mais que o dobro da média nacional.

No mesmo ano, o evento gerou 10 mil empregos diretos, e impactou positivamente a economia de São Paulo, em 200 milhões em apenas 03 dias de desfiles no Anhembi, além de atrair turistas de todos os estados brasileiros, o grande fluxo de turistas internacionais como França, China, Chile e Portugal, também foi atestado.

Visando esses números, a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, se preocupa cada dia mais com a capacitação e qualificação da mão de obra para a maior festa popular do Brasil, com a extensão social de criar oportunidades de formação gratuita também para comunidade, favorecendo o mercado de trabalho em geral.

Para enfatizar esses números, o Presidente da Liga SP, Paulo Sérgio Ferreira integrou no último dia 07 de novembro, uma Mesa Redonda promovida pelo MicBR. Denominado “Carnavais e Festejos Tradicionais: Potencial Econômico e Turístico”, o evento realizado pelo Ministério da Cultura, Organização dos Estados Latinoamericanos e Apex, foi de extrema importância para reafirmar a veracidade dos números acima descritos.

Em sua fala, Serginho, fundamentou a preocupação que a Liga SP tem com o principal evento do calendário paulista, além de demonstrar a relevância da festa. “É inegável a grandiosidade do nosso Carnaval, e a Liga SP está cada vez mais se posicionando institucionalmente como empresa de cultura”, reafirmou.

Entre os projetos futuros da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo está a estruturação de um Museu do Carnaval, que será instalado na Fábrica do Samba até 2020. E o lançamento de um livro, com detalhes da cadeia produtiva e os seus alcances, para formação de plateia e atração de novos investidores para o Carnaval, a ideia de lançamento é para 2019.

O evento que aconteceu na Unibes Cultural cotou com a mediação da Gerente de Projetos da Organização dos Estados Ibero-americanos, Lícia Moura.