DANIELLA STRACHINO

Sete escolas se preparam para a segunda noite de desfiles em São Paulo

Águia de Ouro, Dragões da Real, Mocidade Alegre, Vai-Vai, Rosas de Ouro, Unidos de Vila Maria e Gaviões da Fiel farão apresentações neste sábado

02/03/2019 Redação Liga SP - Foto: DANIELLA STRACHINO

E a festa será de pura emoção neste sábado (02), sete escolas já estão posicionadas para a segunda noite de Desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo.

A Águia de Ouro abre a noite, às 22h30, em busca de seu primeiro título na história da elite do Carnaval de São Paulo. A escola da Pompeia fará um questionamento na passarela do samba com o enredo, “Brasil, eu quero falar de você! Que país é esse!”. O enredo, abordará o mar de lama em que vivemos, corrupção, pobreza, desemprego, saúde precária e tantos outros conflitos causados pela ganância.

Com o enredo “A Invenção do Tempo – Uma Odisséia em 65 minutos”, a Dragões da Real será a segunda agremiação a cruzar a faixa amarela, às 23h45. Marcando a estreia de Mauro Quintaes, a “escola de gente feliz” mostrará como o tempo influência na história da humanidade, a importância que ele tem no nosso dia-a-dia e como um segundo pode fazer muita diferença em determinadas profissões.

Dez vezes campeã do grupo especial do Carnaval de São Paulo, a Mocidade Alegre será a terceira escola a se apresentar, às 00h40. “Aykamaé – As Águas Sagradas do Sol e da Lua”, é um enredo baseado em uma lenda amazônica onde do amor entre o sol e a lua, se deu a origem ao gigante e incomparável Rio Amazonas!

Campeão de títulos do grupo especial do Carnaval de São Paulo, ao todo quinze, a Vai-Vai será a quarta agremiação a entrar no Anhembi, 01h45. O enredo “Vai-Vai: o quilombo do futuro”, retrata um africano contador de histórias, que convidará o público há embarcar em uma viagem, a parada principal são as lutas que até hoje o povo negro enfrenta.

Quinta escola a desfilar na segunda noite do Grupo Especial, a Rosas de Ouro prestará uma homenagem ao povo armênio com o enredo “Viva Hayastan”. Na avenida, a azul e rosa promete fazer um elo entre a história do Carnaval de São Paulo e a comunidade armênia que aqui mora, enaltecendo as tradições e a cultura desse povo que sofreu um dos maiores genocídios da história mundial. A agremiação entra na avenida às 02h50.

Com o enredo “Nas asas do grande pássaro, o vôo da Vila ao Império do sol”, a Unidos de Vila Maria será a sexta escola a atravessar a passarela do samba e também prestará uma homenagem. Desenvolvido pelos carnavalescos Alexandre Louzada e Cristiano Bara, o enredo que retratará muito da nação peruana promete mostrar a cultura e as belezas naturais do país sul americano, banhado pelo Oceano Pacífico. A escola cruza a faixa amarela, às 03h55.

Fechado o desfile do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo com chave de ouro, a Gaviões da Fiel prepara a reedição do seu enredo de 1994. “A saliva do santo e o veneno da serpente”, retratará as histórias, lendas e principalmente os benefícios e malefícios do tabaco. O carnavalesco Sidney França assina o projeto da escola pelo segundo ano e ela entra na avenida às 05h00.

Hoje é mais um dia de show, não tem nenhuma piscadinha, prepare-se que as surpresas serão intensas!