Felipe Araújo

Torcida Jovem foi a terceira escola a cruzar a faixa amarela

Terceira escola a passar pela passarela do samba, a Torcida Jovem, aborda a interferência do tambor africano em diversas vertentes

04/03/2019 Redação Liga SP - Foto: Felipe Araújo

Com o enredo “No batuque do tambor, nosso samba é raiz e tradição”, a Torcida Jovem, foi a terceira agremiação a entrar no Sambódromo do Anhembi, nesta segunda-feira (04), de Carnaval.

A escola narrou a importante influência que o tambor africano teve na criação de nossas festas folclóricas que usam o instrumento.

Para o Diretor de Carnaval, Rogerio Nascimento, o ponto alto do desfile foi a bateria, o chão e a comunidade da Jovem. “O desejo pelo Grupo de Acesso vem de outros Carnavais, contamos com o apoio da nossa comunidade no desfile e também das arquibancadas que nos apoiaram muito”, comentou.

Os vencedores do Carnaval de São Paulo serão conhecidos amanhã, a partir das 15h, começa a abertura dos envelopes.

Os quesitos serão lidos na seguinte ordem: Bateria, Samba-Enredo, Evolução, Fantasia, Harmonia, Comissão de Frente, Mestre Sala e Porta Bandeira, Enredo e Alegoria.

 

Fotos do Desfile da Torcida Jovem