1 5 6

DIAS PARA O CARNAVAL!

Marcelo Messina/LigaSP

Visita ao Barracão - Tom Maior

Conheça os bastidores da escola de samba Tom Maior para o #CarnavalSP2018.

08/02/2018 Redação Liga SP - Foto: Marcelo Messina/LigaSP

Enredo: “O Brasil de duas imperatrizes: de Viena para o novo mundo, Carolina Josefa Leopoldina; de Ramos, Imperatriz Leopoldinense”

O enredo representará duas históricas participações: Carolina Josefa Leopoldina, a Imperatriz Leopoldina, cujo papel histórico foi de muita importância no processo da Independência do Brasil; e a Imperatriz Leopoldinense, escola que detém oito títulos pelo grupo Especial carioca.

O carnavalesco André Marins pautou o Carnaval de modo a enriquecer a plástica de fantasias e alegorias, pensando, inclusive, no fato de que a escola será a última escola a desfilar no primeiro dia dos desfiles. Uma medida foi empregar cores cítricas para contrastar com o colorido predominante em todos os setores.

Entre as fantasias haverá representações do povo indígena que foram produzidas com tecidos foscos, argola de madeira, ráfia, penas de pato e ganso. Outras fantasias foram produzidas com materiais utilizados no desfile anterior. “Reaproveito materiais e, particularmente, prefiro não retrabalhar os arames que sustentam partes das fantasias, como cabeças e ombreiros. Pedrarias, rendas e galões

Até por isso, uma delegação da Imperatriz Leopoldinense exaltará um trecho do samba de enredo “O que é que a banana tem?” de 1991, que faz parte da letra do samba de enredo da escola.

Comissão de Frente:

- O coreógrafo Robson Bernardino conta que a Comissão de Frente foi desenvolvida juntamente com André Marins e será composta de 24 componentes divididos em dois elencos - um representando a Áustria (terra natal da Imperatriz Leopoldina); outro representando o Brasil (terra que ela adotou).

- Uma alegoria simulará um palácio austríaco de onde os dois elencos sairão em revezamento. Os diferenciais da Comissão de Frente incluem mudança de figurino durante as coreografias, contando a história da famosa imperatriz.

- As coreografias evidenciarão a partida da imperatriz da Áustria com a simulação de um cortejo; a segunda evidenciará alguns componentes como Arlequim, Colombina, Rei Momo e Bobo da Corte recebendo a imperatriz em terras brasileiras, apresentando-lhe o Carnaval e o pavilhão da Imperatriz Leopoldinense. A curiosidade é que uma das componentes será caracterizada como a imperatriz e será transformada numa porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense.

- As trocas de figurinos serão mostradas ao público, sem a necessidade de efeitos tecnológicos. Os personagens entram e saem do interior de uma alegoria que simulará o palácio da imperatriz.

Confira o vídeo da visita ao barracão:

LEIA MAIS:

+ Musas da Tom Maior caem no samba em Festa do Chopp da bateria Tom 30

+ Musa de Gaviões e Tom Maior, Francine Carvalho revela segredo para brilhar na avenida

+ Conheça o samba de enredo da Rosas de Ouro para o Carnaval 2018

+ Bateria Tom 30: entenda a origem do nome da bateria da Tom Maior