1 5 6

DIAS PARA O CARNAVAL!

Marcelo Messina/LigaSP

Visita ao Barracão - Unidos do Peruche

Conheça os bastidores da preparação da escola de samba Unidos do Peruche para o #CarnavalSP2018.

08/02/2018 Redação Liga SP - Foto: Marcelo Messina/LigaSP

Enredo: “Peruche celebra Martinho: 80 anos da Dikamba da Vila”

Martinho da Vila, cantor, compositor, escritor, músico e Embaixador Cultural do Brasil em Angola, é o grande homenageado no enredo que acontece no ano em que ele comemora 80 anos, em 12 de fevereiro.

O carnavalesco Mauro Quintaes é o responsável pela concepção artística que resume a vasta contribuição de Martinho da Vila no cenário cultural brasileiro.

Abre-alas e 1º. setor

Alegorias vazadas com formas mais curvadas. O carro abre-alas será gigante com três acoplagens e representará o setor afro. 

A África, aliás, terá muito peso na primeira parte do desfile, sendo igualmente valorizada na Comissão de Frente; em elementos alegóricos, através do 1º. casal de mestre-sala e porta-bandeira e ícones da cultura africana, como as mumuilas (representantes das tribos de Angola). Nas fantasias e alegorias destaques para materiais como marfim, palha, pingentes, texturas e muitos itens rústicos.

O carro abre-alas contrasta a África e o Brasil através do emprego de tons esverdeados e terrosos, respectivamente. Segundo o carnavalesco, Martinho da Vila representa exatamente esses dois momentos, a grande diferença entre essas duas culturas e a união entre ambas.

Outros destaques do desfile:

- Tributo indígena com criações do grupo de artesãos de Parintins, referência folclórica mundial, com emprego de esteiras, palhas e materiais orgânicos.

- Menção de Martinho da Vila como Embaixador Cultural do Brasil em Angola e destaque para seu trabalho social nesse país.

- Contextualização da cultura de Duas Barras, cidade natal de Martinho da Vila e representação da fase infantil do artista.

- Na 3ª. alegoria será apresentada, a Vila Isabel com componentes trajando figurinos das décadas de 30 e 40. Representações de cabaré, botequim, menção a Noel Rosa e ao Boulevard 28 de setembro que fica na Vila Isabel, Rio de Janeiro.

- No 4º setor haverá a representação de Lusofonia, álbum com músicas cantadas por Martinho da Vila em língua portuguesa (uma música de cada região do mundo onde a língua portuguesa é dominante). Aqui, as figuras do português com bigode e de africanas serão representadas. Como a África é recorrente dentro do enredo, várias máscaras africanas e movimentos labiais simularão o canto nessas regiões, onde predominam a língua portuguesa.

- No 5º. setor haverá o predomínio das cores preto, branco e ouro. Referências ao enredo “Kizomba, Festa da Raça”, campeão da Vila Isabel, escola do grupo Especial carioca; presença confirmada de Martinho da Vila; presença da Velha Guarda e a representação da Rainha Ginga no encerramento do desfile por representar a cultura angolana.

Confira o vídeo da visita ao barracão:

LEIA MAIS:

+ Martinho da Vila cai no samba com a Unidos do Peruche e não esconde ansiedade para o Carnaval

+ Conheça o samba de enredo da Unidos do Peruche para o Carnaval 2018

+ Intérprete Toninho Penteado explica origem do apelido

+ Saiba por que o nome da bateria do Unidos do Peruche se chama Rolo Compressor